Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os sabores são como as fotografias, as músicas, os cheiros... trazem-nos lembranças, memórias, fazem-nos viajar no tempo e recordar. Levei a infância e a adolescência a ver as mãos enrugadas da avó espanhola a fazer tortilha. Aprimorei a técnica na idade adulta com a minha mãe e hoje sou uma quase pró nesta arte. Falta o quase. (A da minha mãe continuará a bater-me aos pontos!!!)

Arranjo sempre desculpa para fazer esta receita, que tem tanto de simples como de saborosa, e já tenho fiéis adeptos entre os meus amigos: "Neuza, traz tortilha", pedem-me quando há jantaradas. Quanto à minha avó, tenho a certeza que, onde quer que esteja, há-de sentir-se orgulhosa porque, para a família, a "sua" tortilha terá sempre honras de Património Gastronómico... Eterno. Olé!

fotografia 4.JPG

 

t3.jpg

t2.jpg

t4.jpg

 fotos by me

 Tempo: 15/20 minutos

Ingredientes:

6/8 batatas médias

5 ovos

1/2 cebola roxa picada (opcional)

1/4 de pimento verde

alho em pó, pimentão doce, sal, piri-piri, salsa, coentros, azeite e óleo q.b.

 

Modo de preparação:

Corte as batatas às rodelas e deite numa frigideira com óleo a ferver (há quem faça com batatas cozidas ou fritas em azeite. Eu prefiro em óleo). Retire quando ainda não estiverem fritas, mas sim meio cozidas. Deite numa taça grande e junte os ovos batidos com uma pitada de sal. À parte, deite um pouco de azeite noutra frigideira (só a cobrir o fundo), a cebola e o pimento picadinhos, o alho em pó, o pimentão doce e o piri-piri. Quando a cebola ficar transparente, tire do lume e junte às batatas já com os ovos e deite a salsa e coentros picados. Coloque uma frigideira anti-aderente ao lume brando e passe-lhe um pouco de azeite com um guardanapo. Deite com cuidado a mistura da batata com os ovos e a cebola com o pimento (escorra se tiver demasiado azeite) e deixe ficar uns minutos. Quando começar a descolar dos lados e dê para verificar que está dourada, vire com a ajuda de uma tampa de uma panela ou um prato. Vá virando as vezes necessárias até ficar douradinha. Coma quente ou fria e acompanhe com pão e uma salada. 

(A receita da minha avó levava apenas a base, batatas e ovos. Ao longo dos tempos acrescentei-lhe cebola, salsa e coentros. Pode substituir estes por outros ingredientes, desde que mantenha a base original). 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Ana a 16.03.2015 às 11:39

Ah isto não se faz. Fotos destas que não são comestíveis Tão linda.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D